1. Unidade curricular
Tecnologias, Redes e Multimédia na Educação e Formação

2. Código da unidade curricular

3. Unidade Orgânica
Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa
(UNL);Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de
Lisboa (UNL); Instituto Superior de Psicologia Aplicada (ISPA)

4. Departamento (quando aplicável)
Departamentos de Ciências Sociais Aplicadas e de Matemática da FCT da UNL;
Departamentos de Ciências da Educação e de Sociologia da FCSH da UNL;
Departamento de Psicologia Educacional do ISPA

5. Curso
Doutoramento em Ciências da Educação e Curso de Pós-Graduação de 3.º Ciclo
em Ciências da Educação

6. Nível do curso (Licenciatura, Mestrado, Pós-graduação, especialização)
Doutoramento

7. Tipo de unidade curricular (obrigatória/opcional)
Opcional

8. Ano do plano de estudos
1º a n o

9. Semestre
1º ou 2º

10. Número de créditos ECTS
10

11. Docente responsável
João Correia de Freitas

12. Número de horas de aula por semana
2h

13. Objectivos da unidade curricular (descritos em termos de objectivos de
aprendizagem e competências gerais e específicas – máx. 200 palavras)
Competências gerais da unidade curricular:
a) Demonstrar capacidade de compreensão sistemática de questões e problemáticas da investigação em ciências da educação;
b) Evidenciar o domínio de metodologias de investigação em educação;
c) Evidenciar capacidades de análise crítica, de avaliação e de síntese de ideias novas e complexas;
d) Comunicar com os pares sobre questões e problemáticas da educação e da formação, com clareza de ideias e argumentos.

Competências específicas:
a) Conhecer e utilizar ferramentas computacionais de desenvolvimento de produtos educacionais;
b) Analisar e conceber metodologias de avaliação de produtos educacionais com suporte tecnológico;
c) Analisar a literatura recente sobre ambientes educacionais baseados na utilização de computadores e redes;
d) Escrever sínteses sobre temas de tecnologia educacional e orientar discussões sobre esses temas.

14. Requisitos de frequência
Será exigida a frequência de um mínimo de 3/4 das sessões

15. Conteúdo da unidade curricular (máx. 200 palavras)
  • A. e-Learning: Computadores, Redes e Internet no Ensino e na Aprendizagem
    • 1. Breve história do uso educativo de computadores e da Internet
    • 2. Para uma definição de e-Learning
    • 3. Ponto de situação do uso de TIC na educação e formação
  • B. Computadores em Rede e suas aplicações educativas
    • 1. Redes Locais e alargadas. A internet
    • 2. Instrumentos da Comunicação Educativa em Rede
  • B. Plataformas de Gestão de Ensino e Aprendizagem On-line (PGEAO)
    • 1. Critérios de Selecção e os principais comcorrentes
    • 2. Moodle como PGEAO
  • C. Redes e Multimédia
    • 1. Definição de redes conceptuais
    • 2. Do hipertexto ao hipermédia
    • 3. E-learning e redes conceptuais
  • D. Comunidades Virtuais de Educação Real
    • 1. O que são comunidades e comunidades virtuais?
    • 2. A necessidade de comunidades: nascimento, crescimento, manutenção e morte de uma comunidade virtual.
    • 3. Comunidades abertas e fechadas.
    • 4. Formação de comunidades e negociação de regras.
    • 5. Discussões síncronas e assíncronas.
    • 6. Aspectos sociais e cognitivos das interacções virtuais: da dinamização à gestão de conflitos
    • 7. Criação de ambientes motivadores para e-learning
  • E. Conteúdos Educativos Digitais
    • 1. Do Software Educativo em Disquete aos Conteúdos na Internet
    • 2. Repositórios on-line
    • 3. Direitos de Autor e Licenciamento na Net
    • 4. Acesso Aberto aos conteúdos
16. Bibliografia recomendada (máx. 5 títulos)
FERNANDES, João Pedro (2009). Moodle 1.9 Multimedia. London: Packet
Publishing Limited.
KAY, David et al (2008). Next Generation User Skills, Working, Learning &
Living Online in 2013 -A Report for Digital 2010. Edinborugh: SQA (Scottish Qualifications Authority).
BALANSKAT, Anja; BLAMIRE, Roger; KEFALLA, Stella (2006). The ICT
Impact Report. Brussels: EUN Insight Report (disponível on-line:
http://insight.eun.org/ww/en/pub/insight/misc/specialreports/impact_study.htm em 2009.05.31)
TAPPSCOTT, D. (1999). Growing up digital: The rise of the net generation. New York: McGraw-Hill
WENGER, Etienne (1998). Communities of Practice: Learning, Meaning, and Identity (Learning in Doing: Social, Cognitive and Computational Perspectives). Cambridge: Cambridge University Press

17. Métodos de ensino (máx. 50 palavras)
As aulas decorrerão em ambiente de Seminário, em sistema presencial e on-line, com apresentações teóricas, debate e trabalho prático (leitura de artigos, pesquisa na Internet, uso de sistemas e aplicações de e-Learning).

18. Métodos de avaliação (máx. 50 palavras)
O método de avaliação será por participação nas actividades presenciais e on-line e elaboração e defesa de um portefólio digital

19. Língua de ensino
Português como língua de trabalho, com maioria de documentação em Inglês
Last modified: Saturday, 1 November 2014, 12:54 AM